Pular para o conteúdo

Mito ou Verdade: idosos sentem menos sono? 

O sono é um aspecto fundamental da saúde e do bem-estar humano, desempenhando um papel crucial na recuperação física e mental. Uma crença comum é a de que os idosos tendem a sentir menos sono à medida que envelhecem. Mas será que isso é realmente verdade ou apenas um mito? Vamos explorar essa questão em detalhes.

Antes de abordarmos a afirmação, é importante entender a dinâmica do sono ao longo da vida. Bebês e crianças tendem a dormir mais horas, enquanto adultos jovens normalmente precisam de cerca de 7 a 9 horas de sono por noite para um funcionamento ótimo. O sono é dividido em diferentes estágios, incluindo o sono REM (movimento rápido dos olhos) e o sono profundo.

A ideia de que os idosos sentem menos sono não é completamente precisa. Na verdade, à medida que envelhecemos, podem ocorrer mudanças na estrutura do sono. Estudos mostram que idosos podem ter dificuldade em manter o sono contínuo durante a noite. Eles podem acordar mais frequentemente e ter uma maior fragmentação do sono, o que pode resultar em uma sensação de sono insuficiente.

Além disso, a qualidade do sono também pode ser afetada. Idosos podem passar menos tempo no estágio REM, que é associado ao sonho e à consolidação da memória. Isso pode resultar em uma sensação de que dormiram menos, mesmo que tenham passado uma quantidade similar de horas na cama.

A National Sleep Foundation (NSF), que é uma organização que se dedica a fornecer informações confiáveis sobre o sono e a saúde do sono, frequentemente publica pesquisas e recursos sobre diversos aspectos do sono, incluindo o sono em diferentes faixas etárias.

Eles afirmam que vários fatores podem contribuir para as mudanças no padrão de sono dos idosos. Alterações na produção de melatonina, o hormônio que regula o sono, podem ocorrer com a idade. Além disso, condições médicas como apneia do sono, insônia e distúrbios do movimento podem se tornar mais comuns em idades avançadas, afetando a qualidade do sono.

Independentemente da idade, a qualidade do sono é essencial para a saúde geral. Para promover um sono saudável, considere estas dicas:

1.   Rotina Regular: Tente dormir e acordar sempre no mesmo horário, mesmo nos fins de semana.

2.   Ambiente Adequado: Crie um ambiente de sono confortável, escuro, silencioso e com uma temperatura agradável.

3.   Atividade Física: Exercite-se regularmente, mas evite exercícios intensos perto da hora de dormir.

4.   Alimentação Balanceada: Evite refeições pesadas antes de dormir e limite o consumo de cafeína e álcool.

5.   Tecnologia e Telas: Evite dispositivos eletrônicos antes de dormir, pois a luz azul pode interferir na produção de melatonina.

O mito de que os idosos sentem menos sono não é completamente verdadeiro. Embora possam experimentar mudanças no padrão e na qualidade do sono devido a diversos fatores, o sono adequado continua sendo fundamental para todas as idades. Ao adotar hábitos saudáveis de sono, é possível promover o bem-estar físico e mental em todas as fases da vida.

Por Juliana Mucury – Relações Públicas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *