Pular para o conteúdo

Musculação é benéfica para a saúde cerebral de idosos, revela estudo publicado na revista científica GeroScience

Um estudo recentemente publicado na renomada revista científica GeroScience trouxe à luz descobertas importantes sobre os benefícios da musculação para a saúde cerebral de idosos. Pesquisadores da Universidade de Illinois conduziram uma investigação minuciosa, cujos resultados sugerem uma ligação significativa entre o treinamento de resistência e melhorias na função cognitiva em idosos.

Durante o estudo, os participantes idosos foram submetidos a um programa de treinamento de resistência de seis meses, que incluía sessões regulares de musculação. Os resultados revelaram uma série de melhorias notáveis na saúde cerebral desses indivíduos:

1.  Função Cognitiva Aprimorada: testes realizados mostraram melhorias significativas na memória, atenção e raciocínio dos participantes após o período de treinamento.

2.  Aumento do Fluxo Sanguíneo Cerebral: exames de imagem cerebral revelaram um aumento no fluxo sanguíneo para regiões importantes do cérebro, indicando uma melhor circulação e oxigenação.

3.  Alterações Estruturais Positivas: também foi observado um aumento na densidade de matéria cinzenta em áreas cerebrais associadas à memória e ao aprendizado, sugerindo mudanças estruturais benéficas.

Essas descobertas reforçam a importância do exercício físico, especialmente da musculação, na promoção da saúde cerebral em idosos. Além dos benefícios conhecidos para a saúde cardiovascular e muscular, parece haver uma relação direta entre o treinamento de resistência e a saúde do cérebro.

É fundamental ressaltar que a prática de exercícios deve ser realizada com orientação e segurança, especialmente em idosos. Antes de iniciar qualquer programa de musculação ou atividade física, é aconselhável consultar um médico ou profissional de saúde.

Em resumo, este estudo publicado na revista GeroScience destaca mais uma razão para incentivar os idosos a incorporarem a musculação em sua rotina de exercícios. Além de fortalecer o corpo, o treinamento de resistência pode promover uma mente saudável e vitalícia, contribuindo para uma melhor qualidade de vida na terceira idade.

Fonte: CNN Brasil

Por Juliana Mucury

Rede Geronto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *