Pular para o conteúdo

Junho Violeta – Combate ao idadismo e à violência contra o idoso

No Brasil, a campanha Junho Violeta está em destaque, promovendo conscientização sobre os diversos tipos de violência enfrentados pela população idosa. Lançada pelo Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania, a iniciativa visa não apenas informar, mas também mobilizar a sociedade para a proteção dos direitos e a garantia da dignidade das pessoas idosas.

Dados do Observatório Nacional dos Direitos Humanos revelam que entre 2018 e 2022 foram registradas 121 mil situações de violência contra idosos, incluindo formas como violência física, negligência, abandono e violência psicológica. Essas formas de maus-tratos são frequentemente praticadas no ambiente doméstico, onde a vítima deveria sentir-se mais segura. A maioria das vítimas de violência são mulheres (58,6%), e os principais agressores são seus próprios filhos e filhas (29,5%). O ambiente mais comum para essas agressões é a residência da própria vítima (71,5%), e muitos casos são recorrentes (35,8%). Além disso, há uma prevalência significativa de violência contra pessoas pretas e pardas (47,8%).

Frente a essas estatísticas alarmantes, o Estatuto da Pessoa Idosa determina que o Estado deve proteger os idosos por meio de políticas sociais específicas. A Lei Orgânica da Assistência Social oferece serviços como os Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e programas de Convivência e Fortalecimento dos Vínculos, essenciais para o apoio às vítimas de violência.

Para combater a violência contra idosos, o Disque 100 é uma ferramenta essencial, oferecendo um canal de denúncia gratuito e disponível 24 horas por dia, todos os dias da semana. O serviço inclui atendimento na Língua Brasileira de Sinais (Libras) e também está acessível via WhatsApp, garantindo ampla cobertura e suporte às vítimas.
Junho Violeta: “Respeito a todas as fases da vida”.

A campanha Junho Violeta não se limita a sensibilizar; ela busca engajar a sociedade brasileira durante todo o mês de junho, culminando no Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, celebrado em 15 de junho. Com iniciativas como reportagens especiais e manifestos em vídeo, o objetivo é promover uma reflexão coletiva e ação concreta contra qualquer forma de violência direcionada aos idosos.

O Disque 100 é um recurso crucial, disponível 24 horas por dia, para denúncias de violência contra idosos, oferecendo suporte na Língua Brasileira de Sinais (Libras) e acessível via WhatsApp. Acesse o vídeo da campanha aqui:

Fonte: Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *